restaurante sindilojasNayane Mousquer Advocacia e Consultoria JurídicaRestaurante e lancheria sabor & vidamugicasérgio bannereletron fortamgsrSIND SERV MUNICIPAISAGRITECampliar assessoria atendimento pscicologicoenphase
Agências FGTAS/Sine dispõem de mais de 800 vagas de trabalho no RS
As 126 agências FGTAS/Sine que têm atendimento presencial seguem os protocolos de prevenção à Covid-19 - Foto: Ascom FGTAS
As 126 agências FGTAS/Sine que têm atendimento presencial seguem os protocolos de prevenção à Covid-19 - Foto: Ascom FGTAS

As agências FGTAS/Sine oferecem 851 vagas de trabalho no Rio Grande do Sul. Desse total, 64,7% dispensam experiência e 32,2% não exigem escolaridade. Para se candidatar às vagas de emprego, basta acessar o aplicativo Sine Fácil (disponível na Play Store e Apple Store) ou entrar em contato com a agência mais próxima. A lista de e-mails, telefones e WhatsApp das unidades está disponível no final do texto.

As funções com os maiores números de vagas abertas são alimentador de linha de produção (215), faxineiro (42), vendedor pracista (40), vigilante (27) e servente de obras (21).

Do total de vagas oferecidas, 28,2% exigem Ensino Médio completo e 23%, Ensino Fundamental completo. Com relação ao setor econômico, 38,4% das ocupações pertencem à indústria; 29,5%, ao setor de serviços; 19,5%, ao comércio; e 12,4%, à construção.

As agências com os maiores números de vagas abertas são Santo Ângelo (101), Caxias do Sul (50), Tapejara (47), Santa Rosa (43), Passo Fundo (34) e Marau (34). No que tange à remuneração, o salário de 44,7% das vagas varia de 1,5 a 2 salários mínimos; 13,8%, de 1 a 1,5 salário mínimo e 12,2%, de 2 a 3 salários mínimos.

Para o chefe da Seção de Inserção no Mercado de Trabalho da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS), Fabiano Pase, “a tendência é de que algumas vagas fechadas em função da pandemia sejam novamente abertas para atender às demandas dos empregadores, devido à adoção de medidas de flexibilização do isolamento social e à gradual retomada do mercado de trabalho”.

O diretor-presidente da FGTAS, Rogério Grade, ressalta que o serviço de intermediação de mão de obra oferecido pelas agências é gratuito tanto para trabalhadores quanto para empregadores. É possível disponibilizar vagas de emprego nas agências por meio do preenchimento de um formulário no site da FGTAS ou do Portal Emprega Brasil.

Ao todo, de acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, o Rio Grande do Sul registrou 35.280 admissões e 109.966 desligamentos em abril de 2020. O estado contabilizou 35.607 pedidos do benefício do seguro-desemprego na primeira quinzena de maio, sendo 13.862 recebidos pelas agências FGTAS/Sine e 21.745, pela internet. O trabalhador pode realizar o encaminhamento do benefício após sete dias da dispensa por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Atendimento presencial

Atualmente, 126 agências FGTAS/Sine dispõem de atendimento presencial no Rio Grande do sul de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. É permitida a entrada e permanência de público equivalente ao número de atendentes disponível nas unidades. É obrigatório, ainda, o uso de máscara e manter distância de, no mínimo, dois metros entre os trabalhadores que aguardam atendimento nas filas que se formarem eventualmente.

Em Porto Alegre, o atendimento presencial é oferecido, exclusivamente, nas agências FGTAS/Sine Centro (rua José Montaury, 31) e Zona Norte (avenida Baltazar de Oliveira Garcia, 2.132).

No interior do Estado e na Região Metropolitana, permanecem em regime de trabalho remoto as agências FGTAS/Sine de Gravataí e de Lajeado. Os atendimentos por meio dos canais virtuais nessas localidades seguem normalmente.

Pesquisar no site
kprixo lavagemRW AUTO SOM
CAZEARTES Palletsamgsr
mugicada paz
cine globo