Restaurante e lancheria sabor & vidamugicasérgio bannerfasacarsulescritorio chicoalvoradamantei advocaciaCredi Missões eletron fortimobiliaria santa rosaamgsrSIND SERV MUNICIPAISAGRITECampliar assessoria atendimento pscicologicoposto royaleenphase
Banrisul fecha 2019 com lucro líquido de R$ 1,34 bilhão
Banrisul apresentou os números favoráveis | Foto: Alina Souza
Banrisul apresentou os números favoráveis | Foto: Alina Souza

Com um agradecimento aos funcionários e diretoria, o presidente do Banrisul, Claudio Coutinho, anunciou o lucro líquido de R$ 1,34 bilhão em 2019, um aumento de 28,2% em comparação a 2018. O lucro líquido ajustado por eventos extraordinários totalizou R$ 1,27 bilhão no ano passado, um crescimento de 16,2% frente ao registrado no mesmo período do ano anterior. Os números foram apresentados nesta terça-feira, na sede do banco, no Centro de Porto Alegre.

A carteira de crédito do Banrisul registrou saldo de R$ 36,2 bilhões em 2019, R$ 2,1 bilhões (6,2%) a mais do que no ano anterior. Já a carteira comercial pessoa física alcançou R$ 21,7 bilhões, 11,6% superior do que no mesmo período de 2018. Da mesma forma, o crédito ao agronegócio registrou alta de R$ 2,7 bilhões em dezembro de 2019, crescimento de 8,2% comparado a dezembro anterior. “Estamos sempre apoiando pequenas e médias empresas, cooperativas constituídas e o agricultor familiar”, salientou Coutinho. O presidente da instituição frisou a preocupação com a transformação digital. “Em 2019, o Banrisul investiu R$ 298 milhões em modernização tecnológica. Para este ano, a previsão é de R$ 406,3 milhões na área”.

O patrimônio líquido atingiu R$ 7,8 bilhões em dezembro de 2019, 7,1% a mais que no mesmo período de 2018. Os ativos totais apresentaram saldo de R$ 81,5 bilhões, um incremento de 5,3% em relação ao ano anterior. O total de recursos captados e administrados foi de R$ 72 bilhões, com expansão de 6,3% em 12 meses. “Temos feito um esforço para manter as despesas sob controle. As administrativas caíram e as de pessoal, estáveis”, confirmou Coutinho. Um exemplo para a contenção de gastos será a redução de nove agências (seis na Região Metropolitana e três no interior). “Três delas, se tornarão postos bancários, apenas seis a gerência. Mas funcionários não serão demitidos, apenas remanejados”, garantiu o presidente do banco.

A arrecadação de prêmio de seguros, contribuições de previdência e capitalização atingiu R$ 1,6 bilhão em 2019, 35,2% a mais do que em 2018. As receitas totais chegaram a R$ 318,8, milhões no período, alta de 13,1% em relação ao ano anterior. A seguridade encerrou 2019 com 2,4 milhões de operações ativas, 6,1% de crescimento. “O brasileiro, hoje, tem a consciência de que precisa prover a sua aposentadoria. Nossa captação para essa área tem sido muito acelerada”, afirma Coutinho.

Ele, ainda, destacou a vocação do Banrisul de atuar no RS, onde 500 agências estão distribuídas, das quais, 75% delas no interior. “O nosso Estado é onde conhecemos as histórias. Cerca de 300 prefeituras descontam suas folhas de pagamento pelo banco”, lembra o presidente, que credita o desempenho de 2019 ao crescimento das receitas de tarifas bancárias, estabilidade de despesas administrativas, redução da margem financeira e menor fluxo de despesas de provisão para créditos de liquidação duvidosa (PCLD).

CP

Pesquisar no site
kprixo lavagemRW AUTO SOM
CAZEARTES Palletsamgsr
mugicada paz
cine globo