ALDAIR MELCHIORfernando classmannPPS miroPPRODRIGO BURKLEPTBPSBSindicato dos Trabalhadores nas Industrias da Alimentação de Santa RosaSIND SERV MUNICIPAISCredi Missões raths estetica automotivaeletron fortimobiliaria santa rosacentral do gás copa gazACADEMIA dragõesmecânica severoESCRITÓRIO ZIMMERMANNFlorence MotelCOLEGIO CONCORDIAoabamgsrSIND SERV MUNICIPAISAGRITECampliar assessoria atendimento pscicologicoposto royaleenphaseMetalurgica Marks
Ministério da Cidadania libera R 1,3 milhão em auxílio financeiro para vitímas em Brumadinho
Osmar Terra, Ministro da Cidadania
Osmar Terra, Ministro da Cidadania
Medida Provisória autorizando o pagamento foi publicada nesta quarta-feira (13). O objetivo é aliviar os impactos econômicos causados pelo rompimento da barragem no município

Beneficiários do Bolsa Família, do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e da Renda Mensal Vitalícia que vivem em Brumadinho (MG), vão receber um auxílio emergencial no valor de R$ 600,00. A ajuda financeira integra o pacote de medidas do governo federal para socorrer a comunidade e aliviar os impactos econômicos causados pelo rompimento da barragem com rejeitos de mineração, ocorrido em 25 de janeiro. Terão direito aos recursos as famílias que constavam como beneficiárias desses programas em janeiro de 2019.

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, destaca que os danos do desastre devem perdurar ainda por um longo período, com queda na atividade econômica. Segundo ele, esse socorro emergencial, aliado a outras ações que estão sendo desenvolvidas pelo governo, vai ajudar a amenizar o sofrimento das famílias de Brumadinho. “A Medida Provisória faz a liberação de um recursos extraordinário de R$ 600,00 para cada família mais pobre do município, que são aquelas inscritas no Bolsa Família, no BPC e no Renda Mensal Vitalícia. O dinheiro vai ajudar na sobrevivência e a suportar a queda na atividade econômica. O governo federal se preocupa muito com Brumadinho, principalmente com a população mais vulnerável. Por isso, vamos fazer todos os esforços para amenizar esse sofrimento”, afirma o ministro.

Ainda não está definida a data do pagamento, mas, segundo o secretário Nacional de Renda de Cidadania, Tiago Falcão, o esforço do Ministério da Cidadania será para que a liberação ocorra ainda no mês de março. “Já temos o levantamento das famílias e vamos fazer o pagamento desse recurso adicional o mais rápido possível para aliviar parte dos prejuízos e das complicações ocorridas com o desastre. Ainda estamos trabalhando nas questões operacionais, mas queremos fazer o pagamento em março. Os beneficiários do Bolsa Família receberão o auxílio emergencial no cartão do programa e poderão sacar nas agências da Caixa ou Lotéricas”, garante Tiago Falcão.

Os recursos do auxílio emergencial ficarão disponíveis para saque por 180 dias após a liberação.

Outras ações - Em fevereiro, o governo federal antecipou os pagamentos do BPC e do Bolsa Família aos beneficiários de Brumadinho. Com as medidas, as famílias podem sacar o dinheiro já no primeiro dia, sem necessidade de aguardar a data especificada nos calendários de pagamentos. Em março, o pagamento para todas as 1.506 famílias do Bolsa Família será na segunda-feira (18). Já os 775 beneficiários do BPC poderão sacar no dia 25 de março.

Também foram liberados R$ 300 mil para ampliar o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na cidade, possibilitando que mais agricultores vendam seus produtos. O PAA, coordenado pela pasta da Cidadania, compra alimentos da agricultura familiar com dispensa de licitação e os destina às pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional. Atualmente, 43 agricultores do município mineiro integram o programa, sendo que o montante disponível para a região era de R$ 120 mil. Agora, com a destinação de mais recursos para Brumadinho, o total chegará a R$ 420 mil.

Pesquisar no site
kprixo lavagemRW AUTO SOM
CAZEARTES Palletsamgsr
mugicada paz
cine globo