CLÍNICA DOM BOSCOmais futuro cursos TOPOSegato Pneucresolmecânica severoESCRITÓRIO ZIMMERMANNunimedalto uruguai emprestimosFlorence MotelCOLEGIO CONCORDIAoabamgsrSIND SERV MUNICIPAISUniverso consultoria e representaçõesUniverso fabrica de chinelosAGRITECampliar assessoria atendimento pscicologicoposto royaleenphaseMetalurgica Marks
Música, poesia, dança e teatro marcaram o retorno do “Musicanto Vai à Escola”
Música, poesia, dança e teatro marcaram o retorno do “Musicanto Vai à Escola”
Música, poesia, dança e teatro marcaram o retorno do “Musicanto Vai à Escola”

A música, a poesia, a dança e o teatro marcaram o retorno do projeto “Musicanto Vai à Escola”. Uma mostra realizada na quarta-feira, 07 de novembro, no Centro Cívico e Cultural Antônio Carlos Borges, contou com a participação de 16 educandários de Santa Rosa.

O evento é promoção da Fenasoja, Secretaria de Desenvolvimento da Educação e Juventude, e da Secretaria de Cultura e Esporte.

Subiram ao palco, alunos de escolas públicas e particulares, que apresentaram as músicas que marcaram a história do festival. Entre as canções esteve a clássica "No Sangue da Terra Nada Guarani", de Nelson Coelho de Castro, campeã do 1º Musicanto Sul-Americano de Nativismo, realizado em 1983.

A música foi apresentada por um grupo de alunas da Escola Municipal Pedro Speroni. Uma das intérpretes foi Maiara dos Santos May, 12 anos, aluna da 6ª série, que falou da alegria de poder se apresentar numa mostra que resgata a história do Musicanto. “Ensaiamos desde o mês de junho, para chegar hoje a mostrar o que de melhor sabemos fazer na música. Fiquei emocionada, pois cantei com todo meu amor, pois a música é linda”, disse.

A coordenadora do projeto, professora Nídia Lorise Engel, salientou que o sucesso se dá as escolas e aos alunos, que são os principais protagonistas. “Participam do projeto escolas municipais, estaduais e particulares. Na prática os professores trabalharam em sala de aula a história do festival, e os alunos selecionam algumas músicas, que foram apresentadas no palco”.

Neste ano o Musicanto foi coordenado por Vitor de Conti e Fernando Keiber. Vitor salientou a importância que teve a parceria entre as Secretarias de Educação e Cultura, e a Fenasoja 2018, na retomada do festival, e com isso a volta do projeto nas escolas. “Estamos mantendo viva a nossa cultura de Musicanto, e as crianças e jovens serão nossos principais porta vozes para isso”, afirmou.

Em 2018, na Fenasoja presidida pelo empresário Alexandre Maronez, assumiu a coordenação do Musicanto e realizou o festival. Alexandre denotou em buscar de volta o Musicanto sob o "guarda-chuva" da Fenasoja. O presidente da Fenasoja 2020, Elias Dallalba garantiu que o projeto terá seguimento. “Estamos apostando nisso, e toda a família que faz Fenasoja vê nossos jovens com olhar promissor. É através da educação que construiremos, e, o Musicanto vai à Escola é a prova de que podemos levar cultura, construindo com a formação cidadã”, comemorou. O evento tem o patrocínio das Lojas Quero-Quero e da Tchê Milk.

Foto: Maiara dos Santos May e suas colegas da Pedro Speroni interpretaram a música campeã do 1º Musicanto

Pesquisar no site
kprixo lavagemRW AUTO SOM
CAZEARTES Palletsamgsr
mugicada paz
cine globo