mecânica severoESCRITÓRIO ZIMMERMANNunimedalto uruguai emprestimosFlorence MotelCOLEGIO CONCORDIAcresoloabamgsrSIND SERV MUNICIPAISUniverso consultoria e representaçõesUniverso fabrica de chinelosAGRITECampliar assessoria atendimento pscicologicoposto royaleenphaseMetalurgica Marks
Especialista alerta sobre prevenção e tratamento da obesidade
Especialista alerta sobre prevenção e tratamento da obesidade
Especialista alerta sobre prevenção e tratamento da obesidade

O Dia Mundial de Combate à Obesidade, celebrado no dia 11 de outubro, chama atenção para uma das doenças que mais tem crescido nos últimos anos em nível global. Segundo o Ministério da Saúde, o número de pessoas com Índice de Massa Corporal (IMC) a partir de 30 aumentou significativamente nos últimos 10 anos. A população brasileira em situação de obesidade passou de 11,8%, em 2006, para 18,9%, em 2016, o que representa um aumento de 60%.

Caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal, a obesidade está relacionada a fatores como ingestão excessiva de alimentos de alto valor calórico e com baixo valor nutricional, sedentarismo, tendência genética e alterações hormonais. A doença é dividida em três níveis: obesidade grau 1 (IMC entre 30,0 e 34,9), obesidade grau 2 (IMC entre 35 e 39,9) e obesidade 3 (IMC acima de 40).

O Cirurgião do Aparelho Digestivo do CITRADI - Centro de Tratamento do Aparelho Digestivo de Santa Rosa, André Petter Rodrigues, explica que a forma mais adequada de prevenir a obesidade é através de hábitos saudáveis “Manter uma alimentação regrada e praticar atividades físicas regularmente é fundamental. Porém, pessoas que começam a ganhar peso e que o IMC passe de 25 precisam intensificar essas medidas, preferencialmente com o acompanhamento de um nutricionista”. Além disso, o cirurgião salienta que pessoas com o IMC acima de 30 devem buscar uma avaliação médica especializada, para que seja analisada a necessidade de outros tratamentos para o controle da doença.

Apesar da relevância dos fatores genéticos no desenvolvimento da obesidade, é possível evitar o desenvolvimento da doença. Para André, é importante que a prevenção inicie com a alimentação e estilo de vida das crianças. A educação alimentar inicia dentro de casa e também na escola. Procure optar por refeições e lanches saudáveis, evitando que a criança consuma alimentos industrializados e ricos em gordura. Existem diferentes tipos de técnicas disponíveis para o tratamento da obesidade e as indicações são realizadas acordo com caso de cada paciente.

Pesquisar no site
kprixo lavagemRW AUTO SOM
CAZEARTES Palletsamgsr
mugicada paz
cine globo